Buscar
  • Besouro da Silva

Uma nova aldeia de empreendedores

Instituto Besouro leva conhecimento e mentoria aos jovens indígenas de diferentes regiões brasileiras

O Instituto Besouro de Fomento Social é responsável por colocar em prática a maior iniciativa pública de fomento ao empreendedorismo entre jovens indígenas já realizada no Brasil, que beneficiará 8 mil talentos com idades entre 18 e 29 anos, de todos as regiões do país.

No Projeto Horizontes para Jovens Indígenas, por meio de encontros presenciais – em aldeias ou municípios que abriguem terras indígenas – ou a distância (via internet), os participantes terão contato com a metodologia By Necessity e aprenderão a empregá-la. Criada pela própria Besouro, a partir de pesquisas realizadas com empreendedores residentes em favelas latino-americanas, ela está estruturada em 10 etapas que levam os alunos a percorrerem uma jornada capaz de conduzi-los à abertura de seus próprios empreendimentos a custo zero ou muito baixo. Nas aulas são exercitados temas como criatividade, noções de finanças, vendas, fluxo de caixa, criação da marca própria e comunicação, culminando na construção de um plano para micro ou pequeno negócio pronto para a execução. A By Necessity ainda prevê um período de Incubação, intervalo de 90 dias em que os jovens indígenas estarão em contato com uma equipe de especialistas para elucidar dúvidas e/ou receber orientações para fortalecer seus empreendimentos e fazê-los prosperar.

Todo o trabalho desenvolvido considera e respeita o valor ecológico e cultural dos povos a serem atendidos, ou seja, as ações incorporam a sustentabilidade, as idiossincrasias das comunidades locais e a utilização de recursos naturais nativos das regiões em que ele é executado.

Objetivos

Os objetivos do Projeto Horizontes para Jovens Indígenas incluem habilitar os alunos em relação aos temas e às práticas do empreendedorismo, e, assim, estimular a sua adoção por meio dos cursos, das palestras e de mentoria. A expectativa é a de proporcionar condições tanto para a abertura de novos negócios nas comunidades, como para qualificar aqueles já existentes, bem como orientar sobre formas de promover a conexão das redes econômicas locais com as regionais e nacionais. Além disso, espera-se, por meio das ações de capacitação e das mentorias direcionadas à inclusão dos jovens no mercado de trabalho e à geração de renda, promover as suas autonomia e emancipação. Em suma, o Instituto Besouro pretende levar ao público atendido um empreendedorismo que se configure como ferramenta para a qualificação de processos socioeconômicos, socioambientais e socioculturais de interesse das coletividades indígenas a partir de suas realidades e da agregação de capital cultural, social e intelectual.

Participação

Pode integrar o Projeto Horizontes Jovens Indígenas “todo indivíduo de origem e ascendência pré-colombiana que se identifica e é identificado como pertencente a um grupo étnico cujas características culturais o distinguem da sociedade nacional” (Estatuto do Índio). Ou seja, são válidas, para ingressar nas atividades, a autodeclaração de identidade e de consciência indígena, bem como o reconhecimento dessa identidade por parte do grupo de origem. Para fazer a inscrição nas atividades, basta entrar em contato pelo 0800 799 9939.


Programa Horizontes

O Projeto Horizontes Jovens Indígenas é uma das iniciativas conduzidas pelo Governo Federal no âmbito do Programa Horizontes, lançado em outubro de 2020. O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) é o órgão que define as ações, executadas, em âmbito nacional, por meio de organizações da sociedade civil. O Programa Horizontes surgiu com o intuito de abrir novas frentes de trabalho, bem-estar social e geração de renda para os jovens ao despertar neles, e especialmente entre aqueles de baixa renda, o interesse pela criação de novos negócios e/ou promoção de melhorias em empreendimentos já ativos, de forma a transformar positivamente as suas realidades e as daqueles que vivem a sua volta.



4 visualizações0 comentário
Wpp2.png