Buscar
  • Besouro da Silva

Iniciativa do RioSolidario formará 200 mulheres em vulnerabilidade social por meio de capacitação em

A partir do dia 18 deste mês, moradoras dos bairros Costa Barros e Campinho participarão das oficinas do projeto Empreendedora do Amanhã




Na próxima segunda-feira, 18 de julho, 40 mulheres do bairro Costa Barros, Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, iniciarão sua participação no Empreendedora do Amanhã. A iniciativa do RioSolidario pretende capacitá-las para que desenvolvam e coloquem em prática suas aptidões empreendedoras. As oficinas da primeira turma acontecem na ONG Recriando Raízes.

A ideia é que as participantes possam construir e seguir com seus negócios próprios, reforçarem suas autonomias, as condições de ingressarem no mercado de trabalho e alcançarem dignidade financeira, além de contribuírem para avanços socioeconômicos locais. Ao todo, o Empreendedora do Amanhã oferecerá 200 vagas a mulheres em situação de vulnerabilidade social. O projeto abrangerá, ainda, o bairro Campinho, também na Zona Norte da capital fluminense (veja datas abaixo).

No curso oferecido, com duração de 30 horas, as participantes conhecerão ferramentas de gestão e receberão informações relativas a temas como marca, mercado, finanças e recursos humanos, bem como orientações para acessarem os recursos necessários à viabilização das suas ideias de empreendimentos. Após o treinamento, serão beneficiadas com um período de três meses de “incubação” de seus negócios, ou seja, contarão com consultoria e mentoria remotas de especialistas para acompanharem seus planos de negócios e, se necessário, aperfeiçoá-los.

O Empreendedora do Amanhã teve seus objetivos e metas elaborados pelo RioSolidario a partir de análises de campo, mediadas por moradores locais. A priorização do público feminino se deu em razão de ele ser o mais afetado pela exclusão laboral no Brasil e por conta do crescente número de mulheres que chefiam famílias no país. Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o percentual de domicílios brasileiros comandados por elas saltou de 25%, em 1995, para 45% em 2018. Há uma estimativa de que entre 2014 e 2019, quase 10 milhões de mulheres assumiram o posto de chefe de família. Apesar disso, a maioria das brasileiras com idade para trabalhar está fora do mercado ou em ocupações precárias, porém, aquelas que estão empregadas recebem cerca de 20% menos do que os homens - mesmo com igualdade nos perfis de escolaridade, faixa etária e categorias de ocupação. Em muitas ocasiões, elas precisam cumprir jornadas duplas ou triplas.

O projeto

O RioSolidario acredita que favorecer a entrada do público feminino no mundo laboral contribui na formação do alicerce para a construção de projetos de vida emancipadores entre as mulheres. Além disso, em um cenário de retração da atividade econômica nacional e mundial, como o que vivemos atualmente, entende ser essencial promover medidas para criar oportunidades adequadas à próxima geração de trabalhadoras, o que passa pela oferta de capacitações. Além de estimular os potenciais criativos e produtivos entre as mulheres, o Empreendedoras do Amanhã abre espaço para reafirmar a cidadania nas comunidades beneficiadas e para desconstruir estereótipos em relação a elas.

Cronograma

O Empreendedora do Amanhã é realizado em parceria com a Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, e está vinculado ao programa nacional Qualifica Mulher. Ao todo serão formadas cinco turmas, com 40 participantes cada. Para se juntar ao projeto é preciso ter 18 anos ou mais. Confira abaixo as datas e locais de realização dos cursos:

Turma 1 - 18/07 a 22/07 Local: ONG Recriando Raízes - Rua Cândido Macedo Júnior, 13 | Bairro Costa Barros, Rio de Janeiro

Turma 2 - 25/07 a 29/07 Local: Bairro Costa Barros

Turma 3 - 08/08 a 12/08 Local: Bairro Campinho

Turma 4 - 15/08 a 19/08 Local: Bairro Costa Barros

Turma 5 - 22/08 a 26/08 Local: Bairro Campinho

26 visualizações0 comentário
Wpp2.png