Buscar
  • Besouro da Silva

Doces gourmet familiares para reconectar as pessoas às suas boas memórias


Camilla Baggio tem 43 anos e mora na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais. Ela decidiu abrir o seu próprio negócio, em plena pandemia da covid-19, em 2020, identificando o crescimento da demanda em sua cidade por produtos entregues em domicílio. A Memory - Antepastos Cestas e Doces Finos é uma empresa familiar, na qual trabalham Camilla e os seus pais, produzindo receitas de família muito conhecidas pelos amigos e pessoas próximas que frequentam a sua casa.


Na época, Camilla relembra como aproveitou a crescente procura por entregas em casa para alavancar seu negócio. "A única coisa que funcionava na cidade era supermercado e houve um boom nas entregas por delivery, então eu vi e aproveitei essa oportunidade de atender as pessoas", conta a empreendedora. No Dia das Mães desse ano, ela conta que, ao comprar, uma pessoa foi indicando os seus produtos para outra, fazendo acontecer uma supervenda no período. "Vendi várias cestas, aí eu consegui comprar os insumos e as coisas foram acontecendo durante vários meses", relata.


Após perceber o sucesso que os seus produtos estavam tendo com a clientela local, Camilla abriu uma conta no Instagram e entrou em vários grupos de venda no WhatsApp, divulgando, dessa forma, o seu trabalho.


As Receitas oferecidas pela Memory são bem diferentes, artesanais, de acordo com a empreendedora. "A gente oferece alguns produtos e o menu para as pessoas montarem as suas próprias cestas e temos, também, as vendas de produtos unitários, como um bolo, uma caixinha de doces", explica.


Para administrar melhor o seu empreendimento e alavancar as suas vendas, a doceira buscou a capacitação em empreendedorismo do programa Gerdau Transforma. "Eu estou gostando bastante do curso e acho que é muito importante existirem empresas fomentando o empreendedorismo", diz a nova empresária. "A gente fica mais motivada, pois empreender exige coragem".


Para a empreendedora, através do seu trabalho é possível resgatar muitas memórias das pessoas e levar alegria a elas. "A pessoa come um doce e lembra da avó, por exemplo, é assim que a gente tem um aumento da felicidade", explica. O maior sonho de Camilla é formalizar a sua empresa e continuar crescendo. "Quero ser mais conhecida na cidade em que trabalho, ter um ou dois funcionários e, quem sabe, montar uma doceria, um cafezinho".

Com toda a boa disposição em ajudar as pessoas a se conectarem com suas memórias e ótimas receitas familiares, o negócio de Camilla só tem a crescer, mais e mais.




Empreendedora: Camilla Baggio de Santa Anna

Nome do negócio: MEMORY- antepastos cestas e doces finos

Idade: 43 anos

Localidade: Belo Horizonte, MG

Redes sociais: @memory.experience20

Expectativas: Formalizar a empresa e continuar crescendo

1 visualização0 comentário
Wpp2.png