notícia

Pra ler e pedalar

Pra ler e pedalar


O hábito de pedalar faz bem ao corpo. O hábito da leitura faz bem à alma. Por que não unir os dois? É o que incentiva Tatiana Carvalho, 42 anos, do Rio de Janeiro (RJ), com o seu empreendimento Sebo em 2 Rodas, potencializado pelo Bike Negócio.

Como forma de unir as duas paixões, a ideia surgiu há mais de três anos. “Eu amo ler. Amo ir a sebos, sentar, explorar. Acredito na potência deles e que os livros conectam as pessoas. E também como amo pedalar e acabei me envolvendo no universo da mobilidade, achei bacana começar itinerante”, conta.

No entanto, hoje, o sebo funciona mais virtualmente, devido à falta de estrutura física da bicicleta, necessária para viabilizar o projeto. “Ainda não achei alguém que possa me ajudar com o ‘visual’ da bicicleta. Eu tinha uma bicicleta cargueira, mas acabou não funcionando. Era muito peso”, explica.

Por isso, Tatiana estuda alternativas. Enquanto isso, adianta etapas. “Vou começar a visitar locais onde não tenha sebo, livraria, livreiros. Aqui mesmo onde moro tem alguns bacanas. Ao parar a bici, penso em criar um espaço em torno dela, como um ambiente para as pessoas se sentirem chamadas", pontua.

A empreendedora conta que voltou a andar de bicicleta há cerca de seis anos. “Comecei a me incomodar com o trânsito. Eu ia para o trabalho de metrô ou ônibus. Até curtia, pois aproveitava para ler. Mas, com o tempo, o incômodo aumentava. Nunca sabia ao certo qual o horário que eu chegaria. Até o dia em que estava parada, no ônibus, e vi alguém passando de bicicleta. Pensei: ‘Caraca! Por que não ir e voltar de bicicleta para o trabalho?’ Daí, foi um pulo. Comecei a fazer tudo de bicicleta. Fui conhecendo grupos, pessoas e lendo mais sobre o assunto, movimentos ativistas”, relata.

Tatiana até já traduziu, ao lado de duas amigas, um livro sobre o assunto. “Conheci a autora no Fórum Mundial de Bicicletas em Curitiba, em 2014. Conversando com ela, perguntamos se ele ia ser traduzido para o português. Ela disse que não e nós nos oferecemos. Ela aceitou. Fomos atrás de editoras. Não foi fácil, mas conseguimos”, destaca. De autoria da cicloativista norte-americana Elly Blue, Bikenomics mostra o impacto do uso da bicicleta na economia.

Segundo Tatiana, o curso está lhe ajudando a tirar o negócio do papel mesmo. “Revi a importância de planejar, mas também de começar com o que já tenho, pois esse tempo todo venho adiando certas coisas. Criar prazos para mim é essencial, com pequenas metas. Com isso, vejo a ideia se concretizando de fato”, ressalta.

O principal aprendizado, conforme a aluna, envolve planejar. “A maioria dos negócios peca nessa parte. Vejo pessoas com projetos bacanas, que poderiam ir para frente, mas com a falta de planejamento acabam não se sustentando. Também destacaria a troca com as outras pessoas”, salienta.

Por enquanto, o Bike em 2 Rodas é uma renda extra, mas as metas de Tatiana já estão definidas. “Espero que daqui alguns anos eu possa me sustentar com o sebo e possa destinar parte do que eu ganhar para causas que eu defendo, como a animal. E ter um espaço físico, onde possa receber as pessoas”, completa. Para entrar em contato, o e-mail é seboem2rodas@gmail.com.

Redação: Priscilla Panizzon/Agência Besouro

https://www.estantevirtual.com.br/seboem2rodas

https://www.facebook.com/seboem2rodas/

https://www.instagram.com/seboem2rodas/

Agência Besouro
whatsapp
whatsapp
maps
facebook
instagram
Inovando Sites Criação de Sites Porto Alegre