Histórias de Lacrimejar

Make para celebrar a beleza

Make para celebrar a beleza


A maquiagem é uma arte. Daquelas que fazem a vida mais colorida e realçam a beleza natural de qualquer pessoa. Todo mundo tem direito a se maquiar, mas poucos e poucas desempenham o ofício com maestria. Uma dessas pessoas é Leona Menezes, 21 anos, de Porto Alegre (RS), que está à frente da marca LM Makeup, seu negócio impulsionado pelo curso Diversidade Empreendedora.

A jovem não perdeu tempo em se inscrever na primeira turma da capacitação, que aconteceu em Porto Alegre, porque viu uma oportunidade de entender melhor como funciona o empreendedorismo e saber como funciona cada processo. Afinal, ela não se enxergava como uma empreendedora. “Também queria ampliar minha visão sobre o mercado de trabalho”, explica.

Sua paixão pelas sombras e batons não é de hoje. “Eu tinha uns 11 anos quando comecei a me maquiar. Depois, fui me interessando e usando amigos como modelo para treinar. Aos 14 anos, comecei a trabalhar atendendo clientes em salão. Pelos 15 anos, comecei a fazer drag queen também, o que foi ajudando. Então, fui evoluindo”, conta.

Hoje, Leona atende a domicílio e também no apartamento onde mora. Além de maquiagem artística e para eventos sociais, ela faz sobrancelha. O diferencial do serviço prestado por ela é a sua inteira entrega: ela dá tudo de si para chegar ao melhor resultado possível.

Depois da capacitação pela metodologia By Necessity®, a LM Makeup está renovada! “Primeiramente, pelo logotipo da minha marca/serviço. Eu amei demais! Com isso, pude dar um ‘up’ no meu Instagram profissional”, comemora. O curso, segundo Leona, ajudou também no sentido de conhecer e aprender como administrar o próprio negócio.

Além disso, também foi destaque a parte de divulgação. “Aprendi bastante”, acrescenta. Hoje, a jovem empreendedora utiliza o Facebook e o Instagram, sendo duas contas neste último: uma pessoal e outra profissional. Vale a pena dar uma conferida para conhecer o lindo trabalho da besoura, viu?

Para Leona, uma mulher trans, um curso de empreendedorismo voltado ao público LGBTQI+ é muito importante. “Principalmente, porque nós sofremos muito preconceito na hora de procurar emprego e, mesmo quem já tem, sofre! Então, acho que o curso possibilita uma maior qualificação na hora de uma entrevista, por exemplo, pois vai no currículo e isso ajuda muito”, conclui.

Redação: Priscilla Panizzon/Agência Besouro

https://www.facebook.com/leonhoffmann.menezes

https://www.instagram.com/oficialmmakeup_/

https://www.instagram.com/oficialeonamenezes/

Outros Cases de Sucesso

Agência Besouro
whatsapp
whatsapp
maps
facebook
instagram
Inovando Sites Criação de Sites Porto Alegre