Histórias de Lacrimejar

Comida caseira e cheia de tempero

Comida caseira e cheia de tempero

Em meio à correria da rotina, muitas vezes não paramos nem para almoçar. Prestar atenção no que comemos, então, menos ainda… Mas isso está mudando!

O desejo por comida caseira está voltando com tudo. Pensando nisso, a Arianne Karine Fin Campos, 51 anos, do bairro São José em Porto Alegre, abriu o Tempero de Casa.

Buscou a capacitação da Agência Besouro para aprender sobre empreendedorismo e, depois do curso, viu que a metodologia By Necessity poderia contribuir – e muito – para tirar a sua ideia do papel. “Ajuda na organização do negócio, bem como saber divulgar, administrar e conduzir, ter cuidado para dar continuidade”, destaca.

Há cerca de seis meses, ela e o esposo estão à frente do delivery. O investimento inicial foi de R$ 300. A ideia surgiu de unir o útil ao agradável. “Sempre gostamos de lidar com comida”, conta. Então, nada melhor do que ganhar uma renda extra fazendo aquilo que gostamos, né?

Conforme Arianne, o cliente faz o pedido e ele é entregue por tele-entrega. Ela acredita que as características que fazem a comida deles ser tão requisitada são o sabor, a aparência e a higiene. Já deu para ver que capricham para agradar a clientela, né?

Atualmente, a divulgação é feita de forma presencial e por indicação de clientes. As expectativas para o Tempero de Casa é, no final de 2018, aumentar o número de clientes e torná-lo a principal fonte de renda.

“Hoje, não nos dedicamos exclusivamente ao negócio. Estamos fazendo aquisição de equipamentos, nos organizando e estudando mercado para no final deste ano ou mais tardar ano que vem trabalharmos exclusivamente com ele”, planeja.

Redação: Priscilla Panizzon/Agência Besouro

Outros Cases de Sucesso

Agência Besouro
whatsapp
whatsapp
maps
facebook
instagram
Inovando Sites Criação de Sites Porto Alegre