Histórias de Lacrimejar

Circo que alegra e também empreende

Circo que alegra e também empreende


Respeitável público, o circo vai começar! Com vocês, a palhaça mais empreendedora de que se tem notícia: Hislany Midon Pereira de Morais, 26 anos, moradora de Padre Miguel, zona oeste do Rio de Janeiro (RJ). A besoura participou do Empreendedor Cultural e agora, com a metodologia By Necessity, quer conquistar mais e mais palcos.

Hislany conta que ficou sabendo do curso pelos grupos de WhatsApp sobre cultura que existem na região onde mora e teve motivos de sobra para participar. “Fui muito bem recomendada por um amigo que já conhece o formato e porque era uma capacitação que eu precisava há muito tempo: rápida, de conteúdo profundo, com resultados imediatos e, principalmente, gratuita”, destaca.

Filha do palhaço Praga, que fez sucesso no programa Xou da Xuxa, ela transforma, hoje, essa tradição no seu empreendimento: Paragadom Entretenimentos. É uma produtora de festas e eventos que oferece serviços de animação, recepção, recreação, oficinas e casting de artistas de circo para shows e performances. Além do teatro, a jovem está envolvida na arte circense há, pelo menos, seis anos.

Conforme Hislany, o nome surgiu durante as aulas do curso. “Me perguntaram qual era o meu sonho e eu falei: Paragadom Circo Show. Paragadom é o nome da minha palhaça. Eu me batizei assim”, explica. A primeira parte do nome, “paraga”, é uma alusão ao nome atribuído ao personagem do pai, uma vez que quando lido rapidamente dá a impressão de ser “praga”. Já “dom” faz referência ao talento que herdou de família.

A jovem afirma que, em primeiro lugar, a capacitação a ajudou na hora de precificar os seus serviços. “Descobri que os meus preços estavam muito abaixo do ideal. Aprendendo a fórmula com custo fixo e custo variável, fiquei muito chocada com a distância que eu estava do preço certo”, revela.

Hislany trabalha praticamente sozinha e, por isso, reconhece que tem dificuldade em algumas questões. A divulgação pelas mídias sociais é uma delas. Porém, ela está se esforçando para fazer bonito, já que viu na capacitação que elas são importantes para o sucesso do negócio. “O curso me ajudou muito também nessa área de marketing. Foi bom pra caramba!”, acrescenta.

Agora, uma das ações que a artista pretende fazer é usar o network que fez no curso, quando conheceu uma galera que presta serviço de social media, para contratá-los por meio de permuta. A divulgação da Paragadom Entretenimentos será feita, sobretudo, online, pelo Facebook, Instagram e WhatsApp.

Após, quer se oficializar como microempreendedora individual (MEI). Segundo Hislany, sua principal meta é ganhar visibilidade no mercado virando referência. “Torná-lo meu principal negócio, ter meu próprio circo de lona e promover sorrisos”, completa. Circo é ou não é uma "família empreendedora"?

Redação: Priscilla Panizzon/Agência Besouro

Outros Cases de Sucesso

Agência Besouro
whatsapp
whatsapp
maps
facebook
instagram
Inovando Sites Criação de Sites Porto Alegre