Histórias de Lacrimejar

Bike pra mudar de vida

Bike pra mudar de vida


Nunca é tarde para mudar de vida. E se há uma coisa que combina com mudança é bicicleta. Prova disso é o jornalista Daniel Dias, 43 anos, de São Paulo (SP). Primeiro, a bicicleta melhorou sua saúde. Agora, quer mudar de carreira. Com o Bike Negócio, organizou a Dias Pedalando, sua mais nova aposta.

Daniel conta que o primeiro contato com a magrela surgiu devido a uma questão de saúde. “Resolvi andar de bicicleta porque eu tinha que fazer uma cirurgia nas costas por conta do excesso de peso. Mas decidi que não queria fazer. Então, resolvi fazer exercício para emagrecer. E aí a bicicleta acabou se tornando parte da minha vida. Hoje, eu amo a bicicleta. Ela está comigo sempre”, conta.

Depois de 30 anos trabalhando em rádio, televisão e assessoria de imprensa, Daniel quer fazer algo menos estressante e que lhe dê mais prazer. “Estou pensando em largar minha atual profissão para poder montar a minha bicicletaria e viver disso. Mudar totalmente de vida, pra melhor. Nada mais do que unir o útil ao agradável”, destaca.

A Dias Pedalando será uma loja física, que contemplará uma oficina para manutenção de bicicletas, bike service, e futuramente uma bike shop. “A princípio, quero montar algo pequeno, no meu bairro, e depois pensar em expandir para outros lugares”, planeja.

Para Daniel, o curso foi sensacional. “Abriu a minha cabeça em relação ao que é um negócio, como montar, como investir, como fazer dar certo... Eu não tinha a mínima ideia de por onde começar. Aprendi coisas que eu nunca tinha imaginado na vida. Por exemplo, como fazer pesquisa de mercado, como calcular o quanto que eu tenho que produzir pra poder manter as contas em dia... Pra mim, que nunca fui muito bom em questões financeiras, me ajudou bastante”, salienta.

Para colocar em prática a Dias Pedalando, Daniel busca uma parceria para conseguir o financiamento para comprar as ferramentas e conseguir abrir o empreendimento. Para isso, precisa de R$ 20 mil a R$ 30 mil. “Acredito que a maior dificuldade é conseguir dinheiro para realizar o meu sonho. Mas eu sei também que eu não posso meter a cara e abrir as portas sem planejar direitinho e me organizar. Tenho que fazer as coisas com muito cuidado”, diz.

Para começar com tudo, Daniel realiza cursos profissionalizantes na área. A meta é instalar a bicicletaria em um período de seis meses a um ano. Ele até pensou em partir para o litoral, porém voltou atrás. “Depois de fazer pesquisas, durante as aulas, percebi que o melhor lugar no momento para mim é o interior de São Paulo. Então, nas minhas próximas férias, em janeiro, farei uma visita por lá para ver onde eu consigo me adequar melhor para montar o negócio”, destaca.

Daniel conta ainda que sempre teve vontade de ser o próprio patrão. “A vida inteira, desde os meus 14 anos, eu trabalho como empregado. Então, tenho essa vontade de poder ter o meu próprio negócio, poder trabalhar em família com os meus filhos, ensinando para eles um pouquinho sobre o que é trabalhar duro”, pontua.

O futuro empreendedor acredita que a bicicleta é fundamental para a mobilidade urbana e para diminuir o trânsito nas cidades. “Em locomoções até 10 km, acho que a bicicleta resolve muito a vida das pessoas. Qualquer cidade do Brasil é capaz de comportar isso. Acho que falta um pouco mais de respeito dos motoristas, uma campanha educativa para que passassem a nos enxergar de uma forma diferente. Com certeza, é o veículo do futuro”, completa.

Redação: Priscilla Panizzon/Agência Besouro

Outros Cases de Sucesso

Agência Besouro
whatsapp
whatsapp
maps
facebook
instagram
Inovando Sites Criação de Sites Porto Alegre